Contra-ataque matador elimina o Furacão

Twitter
Twitter

Com um gol de Bruno Henrique, aos 32 minutos do segundo tempo, o Santos bateu o Atlético -PR por 1 a 0 na Vila Belmiro e avançou para as quartas de final da Copa Libertadores. O time irá enfrentar o Barcelona de Guayaquil, que eliminou o Palmeiras. A partida foi dominada em sua grande parte pelo Atlético, que criou ao menos três claras chances, mas em um dos poucos contra-ataques encaixados pelo time paulista, Bruno Henrique saiu na frente de Wéverton para marcar.

O zagueiro Paulo André lamentou o resultado. “Equipe teve ótimo desempenho, controlou o jogo, pressionou, criamos chances, o Santos na única bola que eles tiveram eles marcaram, infelizmente o resultado não veio, mas vamos fazer um bom segundo turno no Brasileirão”, disse.

O atacante Bruno Henrique falou sobre a partida. “Foi uma pressão, mas se trata de Libertadores, a gente sofreu muito, mas conseguimos um golzinho ali no final. A gente viu o jogo, teve muita qualidade, mas vamos fazer um bom jogo”, comentou.

O técnico Fabiano Soares lamentou a derrota em casa a primeira partida, mas elogiou o sistema do time. “Infelizmente perdemos em casa, mas mostramos que crescemos e que melhoramos, mas atletas compraram a ideia, estamos jogando dentro ou fora da mesma forma. O Sidclei gosta de jogar pela direita, Nikão também, na hora de atacar eu deixo a imaginação deles”, afirmou.

Fabiano voltou a ressaltar o conjunto do time. “Perdemos um jogo, mas ganhamos um grupo e mostramos à América que temos um bom time. Cada treinador tem seu livro, às vezes dá ou às vezes não dá certo, vou com minhas ideias até o final do mundo e o Atlético vai jogar da mesma forma, evitar dar um curto-circuito na cabeça do jogador”, disse.