Coritiba perde em casa para o Vitória e fica a um ponto da ZR

Foto do Site Oficial do Coritiba
Foto do Site Oficial do Coritiba

O Coritiba foi surpreendido pelo Vitória, em pleno Couto Pereira, e, com a derrota por 1 a 0, ficou a apenas um ponto da Zona de Rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O Coxa perdeu pênalti, teve gol anulado, desperdiçou boas oportunidades e foi castigado por uma falha defensiva, que resultou no gol da equipe baiano

Precisando da vitória, o técnico Marcelo Oliveira armou o time com três atacante (Alecsandro, Rildo e Iago) e partiu para cima logo nos primeiros minutos de jogo, mas deixou o meio vulnerável, expondo-se aos contra-ataques dos baianos.

Aos 11 minutos o estreante Rafael Longuini até chegou a balançar as redes, mas a arbitragem marcou impedimento, embora a bola tivesse chegado a Longuini através de erro de jogador do Vitória.

Com apenas um meia de criação, Longuini, o Coritiba teve dificuldade na criação de jogadas, abusou da ligação direta e dos cruzamentos para Alecsandro, mas não teve sucesso.

Aos 42 minutos, no entanto, Rildo fez jogada individual pela ponta esquerda, Ramon deu um carrinho para cortar o lance e acabou tocando com a mão na bola. Pênalti, para o Verdão. Mas Fernando Miguel defendeu a cobrança de Longuini.

O segundo tempo começou com o Coritiba pressionando e, logo no primeiro minuto, Alan Santos quase fez de cabeça em cobrança de escanteio. Mas o Vitória começou a encaixar os contra-ataques.

Aos 2 minutos, criou boa chance. Aos 3’, Wilson fez milagre para evitar o gol dos baianos.

Castigo

Aos 18 minutos, com o Vitória tomando conta do meio de campo, Marcelo Oliveira abriu mão dos três atacantes e colocou Anderson no lugar do Iago para reforçar o setor. Mas aos 22 minutos, numa cobrança de escanteio do Vitória, a zaga coxa-branca afastou a bola da área, mas Rildo errou e cabeceou para trás, nos pés de Patric, que ajeitou para Ramon finalizar. Wilson ainda conseguiu espalmar, mas Kanu fez o gol no rebote.

Com o gol sofrido, Marcelo Oliveira voltou a apostar nos três atacantes, colocando Henrique Almeida no lugar de João Paulo. Aos 34 minutos, o Coxa chegaria ao gol de empate. Em cobrança de falta na área, Alan Santos empurrou para as redes, mas o árbitro já havia paralisado o lance porque Márcio, sem bola, agrediu Tréllez. Além do gol anulado, o Coxa ainda teve o zagueiro expulso.

No final do jogo, Anderson e Yago se desentenderam e também foram expulsos.

Com o resultado, o Coxa termina a rodada na 15ª posição, com 26 pontos, um a mais que o próprio Vitória, que chega a 25 e deixa a zona de rebaixamento, agora ocupada pela Chapecoense, com os mesmos 25 pontos.