“Não entraremos na Justiça Comum”, diz Joel Malucelli sobre futuro do Jotinha

Joel Malucelli

O JMalucelli deve aguardar um pouco mais em sua decisão de entrar na Justiça Comum para que seja revertida a decisão do STJD, que eliminou o clube da segunda fase do Paranaense – Jotinha foi substituído pelo Rio Branco por decisão do Tribunal – ao julgar o clube culpado pela escalação do atacante Getterson nas três primeiras rodadas do Estadual.

Em entrevista à Transamérica FM, o empresário alegou que isso poderia prejudicar ainda mais o campeonato, mas não descartou a hipótese no futuro. “Não entraremos com recurso na justiça comum, para não esculhambar, ainda mais o Campeonato”, disse.

Segundo Joel, o clube ainda não foi rebaixado e novos fatos podem vir a acontecer. “Não sabemos quais serão os próximos acontecimentos, pois ainda sabemos se fomos rebaixados, a Federação não se pronunciou”, comentou.

Questionado sobre o futuro do clube, Joel disse que os contratos de funcionários e atletas estão sendo quitados. Com a eliminação do clube na segunda fase, o Jotinha abriu mão da participação da Série D do Brasileirão neste ano e como consequência em 2018, o que deixaria o clube sem calendário.

“A parada é momentânea, a princípio, hoje estamos parados, o Juarez está fazendo as quitações, os atletas com contratos com vencimentos próximos já estão encerrando os contratos, os funcionários estão sendo dispensados e os jogadores que têm contratos com mais longo prazo serão emprestados, hoje podemos dizer que nós estamos parado”, disse.

Joel disse que até o final do ano novos fatos podem surgir e deixou indefinida a decisão final sobre o futuro do clube. “Nós vamos repensar em outubro ainda tem uns resquícios de acontecimentos que virão e não sabemos quais serão e no próprio STJD nós temos um recurso para esclarecimento da decisão até para saber se estamos rebaixados ou não”, afirmou.

No âmbito estadual, Joel disse que não deve tomar alguma ação que interfira no campeonato.  “Como esportista devo me consolar com a decisão e deixar que o Campeonato vá até o final agora”, avaliou.