Paraná vence fora e encaminha vaga

biteco

O Paraná Clube bateu o Vitória por 2 a 0 em pleno Barradão, em Salvador e encaminhou a classificação para a quinta fase da Copa do Brasil. Com uma marcação forte, o Tricolor não deu chances para a equipe baiana, que vinha de nove vitórias consecutivas e uma invencibilidade de 18 jogos e, com um gol no final de cada tempo da partida, garantiu um resultado que lhe permite até perder na partida de volta, na Vila Capanema.

O primeiro gol saiu aos 48 minutos do primeiro tempo, com o zagueiro Airton desviando, de sola, escanteio cobrado por Renatinho. No segundo tempo, Guilherme Biteco puxou o contra-ataque, passou para Diego Tavares, que driblou o marcador e bateu cruzado, para encontrar o próprio Biteco que escorou para o gol, indo às lágrimas e tirando a camisa para mostrar a camiseta que usava por baixo, em homenagem ao irmão, Matheus Biteco, uma das vítimas da tragédia com o avião da Chapecoense, em 29 de novembro do ano passado. O meia recebeu cartão amarelo pela comemoração, mas não se arrependeu.

“É muito difícil. É difícil buscar forças para ir treinar todos os dias, vendo o sofrimento da minha família, da esposa dele, mas eu tenho que ser o pilar desta família, então agradeço ao Paraná Clube por me possibilitar esse recomeço, agradeço aos meus companheiros pelo apoio dentro e fora de campo”, declarou, ainda emocionado, após o jogo.

Paraná e Vitória voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Durival Britto, em Curitiba. Na partida de volta, o Paraná pode até perder por um gol de diferença que conquista a classificação para as oitavas da Copa do Brasil. Um empate também garante o Tricolor na próxima fase. O Vitória precisa de um triunfo por três gols de vantagem ou por dois, desde que o placar seja superior a 2 a 0. A repetição do placar desta quinta-feira, em favor do Rubro-Negro, leva a decisão para os pênaltis.