Rubro-Negro precisa da vitória contra Católica para continuar na Liberta

Marco Oliveira-CAP
Marco Oliveira-CAP

O Atlético entra em campo nesta quarta-feira (17), às 21h45, no Estádio San Carlos de Apoquinto, em Santiago, Chile, contra o Universidad Catolica, com a missão de vencer e salvar sua classificação para a segunda fase da Copa Libertadores. O Rubro-Negro perdeu a chance de se classificar na última rodada, ao ser surpreendido pelo San Lorenzo, em casa, e cair para a terceira colocação.

Após desprezar o campeonato estadual, onde foi vice, e ser goleado por 6 a 2 pelo Bahia, na estreia do Brasileirão, a torcida atleticana espera por uma vitória. O técnico Paulo Autuori acredita na classificação da equipe

“Esperamos classificar, tivemos a oportunidade até de sermos os primeiros a se classificar em grupo difícil, mas não aproveitamos. Temos agora uma nova chance”, analisou.

O treinador afirmou que esta partida não fica devendo nada às outras já disputadas e a vê como normal, ainda que o futuro do time dependa dela. “A importância é igual a de todos os jogos e o nosso objetivo é toda uma temporada. Se alcançarmos algo tão cedo, esse é o momento, não podemos nos dar por satisfeito. Também não podemos jogar fora tudo aquilo que teremos que fazer durante a temporada”, comentou.

Para esta partida, o atacante Pablo deve aparecer como opção, ao retornar de contusão, assim como, o meia Carlos Alberto. “Meu objetivo é utilizá-los desde o início, mas isso depende da estratégia que vamos utilizar. O Pablo está mais adiantado, o Carlos Alberto ainda está parado e é difícil aguentar o tempo inteiro”, explicou o treinador.

UNIVERSIDAD CATÓLICA X ATLÉTICO-PR

Estádio: San Carlos de Apoquinto, em Santiago

Horário: 21h45

Árbitro: Jonathan Fuentes (Uruguai)

Assistentes: Miguel Nievas e Gabriel Popovits (Uruguai)

 

Universidad Católica

Toselli; Juan Espinoza, Cristian Alvarez, Maripan e Parot; Fuentes, Kalinski, Noir e Fuenzalinda; Buonanotte; Santiago Silva. DT: Mario Salas

Atlético-PR

Weverton; Jonathan, Paulo André, Wanderson e Sidcley; Otávio, Rosseto e Lucho González; Nikão, Pablo e Grafite. DT: Paulo Autuori