STJD mantém gancho de 15 jogos para o atacante Kleber

Divulgação-CFC

O atacante Kleber terá que cumprir a pena de 15 jogos (já cumpriu três) de suspensão imposta pelo STJD . Ele foi julgado na tarde desta quinta-feira (13), na sede do Tribunal e poderia ter sua pena reduzida por meio de uma transação financeira da pena. O clube chegou a propor o pagamento de R$ 200 mil e mais três jogos, porém o Tribunal recusou e queria ao menos oito jogos.

O auditor Antônio Vanderlei de Lima, que defendia a manutenção da pena, chegou a dizer que uma “cusparada é uma coisa abominável, nojenta, pior do que levar um soco”, ressaltou. Com a pena, o atleta voltará a jogar somente no dia 27 de setembro, contra o Bahia, pela 26ª rodada.

O julgamento encaminhava para a ratificação da punição, mas teve uma paralisação de cerca de meia hora, no retorno, uma oferta de R$ 230 mil com sete partidas feita pelo Tribunal foi rejeitada. O advogado do clube, Itamar Cortes, disse à Rádio Banda B, que o histórico de Kleber contribuiu para a manutenção da suspensão. “Ele foi julgado pelo seu histórico, não no Coritiba, mas nos clubes anteriores”, disse.