“Temos que jogar com inteligência”, aponta Paulo André

Foto: Miguel Locatelli - Site Oficial CAP
Foto: Miguel Locatelli - Site Oficial CAP
Da assessoria

O Atlético-PR iniciou os trabalhos para o próximo compromisso do Campeonato Brasileiro. Na quarta-feira (15), o Furacão entra em campo para enfrentar a Ponte Preta. O duelo será no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), às 17h.

Jogar fora de casa não tem sido problema para o Rubro-Negro neste Brasileirão. Em 17 partidas disputadas, o Furacão conquistou 22 pontos. São seis vitórias e quatro empates. É a sexta melhor campanha como visitante. “É um time maduro, com jogadores experientes e que sentem menos a pressão de jogar fora de casa”, avaliou o zagueiro Paulo André.

Nascido em Campinas (SP), Paulo André conhece bem o adversário atleticano desta quarta-feira (15). Na cidade natal, profissionalizou-se no Guarani.

“Sou natural de Campinas (SP) e sempre gostei dos dois times. Não iniciei nas Categorias de Formação de nenhum, mas já praticamente como profissional voltei ao Guarani. Então, será legal rever os familiares e amigos. Mas o mais importante é trazer pontos lá de Campinas”, disse.

Com quatro rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, o Furacão fará duas partidas como visitante e dois jogos como mandante. Além da Ponte Preta, em Campinas (SP), o Rubro-Negro encara o Avaí, em Florianópolis (SC). Os duelos em Curitiba serão contra Vasco da Gama e Palmeiras.

Com 45 pontos, na 12ª posição, o Furacão luta por uma vaga na Libertadores do ano que vem. A Ponte Preta, que somou 36 pontos até aqui, ocupa a 18ª colocação. Apesar da diferença na tabela, Paulo André aposta em uma partida disputada.

“Todos os jogos são delicados e complicados. Se você consegue sair na frente, a pressão sobre o jogador que briga pelo rebaixamento aumenta. Então, temos que jogar com inteligência, muita intensidade e competitividade para voltar com o resultado que a gente espera”, concluiu o zagueiro.