“Tenho orgulho dessa garotada”, diz Autuori sobre os jovens

Gustavo Oliveira-CAP

“Estou orgulhoso demais dessa garotada”. O técnico Paulo Autuori resolveu defender de forma mais incisiva a equipe de jovens que tem disputado o campeonato estadual pelo Rubro-Negro. Logo após a derrota para o Prudentópolis por 2 a 1, Autuori disse que a ideia de colocar os jovens para jogar é parte de um planejamento feito desde o começo do ano. “Estamos botando sim a garotada para jogar, e se não for assim estou fora, vou fazer outra coisa, eles estão de parabéns e estou muito orgulhoso deles”, afirmou.

Autuori foi bastante questionado sobre essa estratégia atleticana, já utilizada em campeonatos passados, mas que ganhou força nesta edição. Segundo ele, o que foi inadmissível foi parte da torcida gritar “raça” para o grupo. “Como assim, gritar raça depois de levar o gol? Eu conheço o trabalho de cada um no dia a dia, eles me orgulham pelo que fazem”, comentou.

O técnico também aproveitou para criticar o formato com que é feito o futebol no país. “Por isso o futebol no país está nesta situação, não a seleção principal, mas vejamos a Sub-20, temos um ótimo técnico, mas as coisas estão assim”, avaliou.

Autuori comandou o time titular do Atlético na manhã desta segunda-feira (13), ele já prepara a equipe para a partida contra o Deportivo Capiatá, pela terceira fase da Conmebol Libertadores Bridgestone. O Rubro-Negro enfrenta o clube do Paraguai às 21h45, na quarta-feira (15), na Arena da Baixada.

Para esta partida o treinador ainda não contará com Thiago Heleno, cujo nome não apareceu no BID. Já João Pedro deve compor o grupo para a partida de ida contra os paraguaios.