Vasco leva vaias contra o Vitória. Flu empata com Criciúma

Paulo Fernandes/Vasco
Paulo Fernandes/Vasco

O Vasco empatou com o Vitória, por 1 a 1, em São Januário, em uma noite para ser esquecida.  O Vitória saiu na frente com Patric, de pênalti, aos 23 minutos da etapa final. O gol colocou a torcida vascaína em peso contra o técnico Cristóvão Borges e em seguida contra o presidente Eurico Miranda.

A coisa caminhava para um péssimo resultado, mas aos 46 minutos a arbitragem marcou uma penalidade polêmica sobre o meia Nenê. Ele mesmo cobrou e o Vasco chegou ao empate. No jogo de volta, dia 16, os cariocas precisam vencer ou caso empatem, com resultados acima de 2 a 2.

Já em Criciúma, o Fluminense não sentiu a pressão e empatou por 1 a 1 contra o Criciúma. Logo aos 14 minutos, Richarlison recebeu na área, tirou do goleiro e rolou para Wellington. O atacante cortou Giaretta e botou a bola no fundo da rede. O gol sofrido fez com que o Tigre acordasse. Dezoito minutos depois, Andrew recebeu na direita, foi ao fundo e cruzou para Alex Maranhão. O meia do Criciúma pegou de primeira e acertou um lindo chute, no ângulo, para deixar tudo igual. Na etapa final, o Tricolor carioca dominou as ações, mas não conseguiu marcar. Na única boa chance que teve, com Ricardinho, aos 24, o goleiro Júlio César fez grande defesa e evitou o gol.

O próximo encontro entre Fluminense e Criciúma será na quarta-feira (15), no Giulite Coutinho, em Mesquita (RJ). O Flu poderá jogar com a vantagem do 0 a 0 para garantir a classificação na próxima fase.

Na última partida da noite pela Copa do Brasil, o Corinthians venceu o Luverdense por 2 a 0, com gols de Rodriguinho e Gabriel, ambos no primeiro tempo.