Weverton consegue efeito suspensivo e reforça o Atlético na final

Nelson Andrade

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) acatou o pedido de efeito suspensivo impetrado pelo Atlético-PR e liberou o goleiro Weverton e o atacante Douglas Coutinho, ambos estavam suspensos pelo TJD paranaense por oito e nove partidas, respectivamente, por causa da briga generalizada no final da partida contra o Paraná, na Vila Capanema. Com a decisão, ambos poderão reforçar o Rubro-Negro na final, neste domingo (7), no Alto da Glória.

Com as liberações, o goleiro Santos, que jogaria, volta para o banco de reservas e Weverton reassume o gol. No caso de Coutinho, o técnico Paulo Autuori deve mantê-lo entre os reservas, mas o jogador deverá entrar no decorrer da partida. O zagueiro Thiago Heleno fica fora por lesão e Felipe Gedoz cumpre suspensão.

Autuori deverá colocar em campo Weverton, Cascardo, Wanderson, Paulo André e Sidcley; Otávio, Rosseto, João Pedro, Nikão e Pablo; Grafite.