Weverton leva gancho de oito jogos por causa de briga na Vila Capanema

Rodolfo Buhrer
Rodolfo Buhrer

O Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR) decidiu na noite de terça-feira (18), punir o goleiro do Atlético, Weverton, por oito jogos, por causa da briga generalizada ocorrida após a partida contra o Paraná, que eliminou o Tricolor. O atacante Douglas Coutinho ficou com a pena maior: nove partidas. O Rubro-Negro deve pedir um efeito suspensivo para que não perca seus atletas para as semifinais do Paranaense.

O atacante Nathan, que agrediu Weverton e também o lateral-esquerdo Sidcley, tomou gancho de sete jogos, enquanto o goleiro Warleson e o atacante Felipe Alves pegaram quatro jogos por agredirem adversários, enquanto o Atlético ainda foi multado em R$ 3 mil pelo uso de sinalizadores.

O goleiro Weverton disse que foi “desmoralizado” pela torcida desde que colocou o pé no gramado. “Desde o momento que pisei no campo para aquecer eu fui desmoralizado como homem e profissional pela torcida do Paraná. Eles faltaram com respeito comigo e aquilo ficou um pouco dentro de mim. A minha atitude não era falta de respeito com o Paraná e o torcedor e era uma forma de eu extravasar a minha alegria com a classificação”, declarou à imprensa.