Campanha da UFPR tenta inibir trote violento e estimular denúncias de abusos

Trote
UFPR

A Universidade Federal do Paraná lançou nesta sexta-feira (17) uma campanha para inibir atitudes violentas, ofensivas e discriminatórias durante a recepção aos novos alunos da instituição, que volta às aulas na próxima segunda-feira, dia 20. A intenção é mostrar que o trote deve ser um momento de integração e alegria, e estimular a comunidade acadêmica a denunciar atitudes indevidas. As denúncias poderão ser feitas por email (alertatrote@ufpr.br) ou pelo telefone 3360-5221.

Criada em parceria pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE) e a Superintendência de Comunicação da UFPR, a campanha “Trote sem violência” será divulgada por meio de cartazes e pela internet – no portal e na página da UFPR no Facebook.

As peças trazem mensagens como: “Na hora de comemorar, abrace o respeito e a diversidade”; “A festa só é boa se a violência ficar de fora” e “A diversão acaba quando o desrespeito começa”.

O objetivo é conscientizar os alunos de que a recepção aos calouros é um ritual de integração com os veteranos, e deve ser um momento de alegria – mas que nenhuma violência, física ou simbólica, pode ser tolerada. As denúncias que eventualmente chegarem à universidade por email ou telefone serão analisadas por um comitê criado especialmente para este fim, e que dará o encaminhamento devido a cada caso – internamente ou, se for o caso, acionando o Ministério Público ou outros órgãos externos.

“Nós sabemos que no Brasil há uma tradição antiga de trotes violentos. Mas numa universidade inclusiva, como desejamos que a UFPR seja cada vez mais, este deve ser um momento de alegria, de integração e também de aprendizado, de contato com a cultura que os novos alunos e alunas vão encontrar na instituição”, afirma a pró-reitora de Assuntos Estudantis da UFPR, Maria Rita de Assis César.

“Então, é importante essa conscientização, para garantir que os nossos novos alunos e alunas se sintam confortáveis dentro da instituição onde vão passar um período longo – para muitos, talvez, o período mais importante das suas vidas”, completa.