Orionídeos: Fim de semana terá chuva de meteoros

Foto ilustrativa
Foto ilustrativa

A chuva de meteoros Orionídeos terá seu pico entre a noite deste sábado (21) e a madrugada de domingo (22) e será visível em quase todo o globo. O fenômeno poderá ser visto a partir da meia-noite, mas o melhor horário para observação é entre às 2h e 3h. Existe a estimativa de 20 a 25 meteoros por hora.

Diferente do ano passado, a Lua, desta vez, não irá atrapalhar a observação dos meteoros. Em fase crescente, a Lua só vai clarear a atmosfera no início da noite e fora do horário recomendado para a observação do fenômeno. Para encontrar o ponto em que as estrelas cadentes surgem no céu é só procurar pela constelação de Órion, o que dá o nome a chuva de meteoros. A constelação é conhecida pelo seu ‘cinturão’, tradicionalmente apelidada de “Três Marias”, que é fácil de reconhecer.

Instituto de Meteorologia dispara alerta de tempestades para o Paraná

Representação-de-uma-chuva-de-meteoros-2-Passagem-da-Terra-por-rastro-de-detritos-deixados-por-um-cometa-GrupoAstroPE

A chuva de meteoros é causada pelo rastro da passagem de um cometa, estes detritos ficam pelo caminho e, quando a Terra passa por esse rastro, eles queimam por causa do contato com o oxigênio na entrada da atmosfera e viram os meteoros. Os detritos que queimam ao entrar na atmosfera terrestre têm origem no famoso cometa Halley que passa por nossa região do Sistema Solar apenas uma vez a cada 76 anos. A última aparição do cometa foi no ano em 1986 e a próxima está prevista para o ano de 2061.