Jovens que perderam alistamento devem regularizar situação na Junta Militar

Foto: Mayke Toscano/Gcom-MT

O prazo para alistamento militar obrigatório terminou nessa sexta-feira (30). Quem não se apresentou fica em débito com o Serviço Militar na situação de refratário.

Além disso, o jovem que não se alistar estará sujeito a multa, no valor de R$ 4,03, que aumenta por dia de atraso. Para regularizar a situação, é preciso comparecer a uma Junta de Serviço Militar (JSM) mais próxima da sua residência para em seguida marcar uma nova data para seleção.

O alistamento é obrigatório e, sem ele, o cidadão fica impedido, por exemplo, de tirar passaporte, ingressar no serviço público ou ser matriculado em qualquer instituição de ensino – inclusive universidades.

Todo cidadão brasileiro do sexo masculino deve se alistar ao completar 18 anos. O brasileiro naturalizado ou brasileiro por opção deve iniciar o processo de alistamento em um prazo de 30 (trinta) dias, a contar da data em que receber o certificado de naturalização ou da assinatura do termo de opção. As mulheres estão isentas do Serviço Militar em tempo de paz.