MST acampa em frente ao Incra

Foto: Ana Krüger
Foto: Ana Krüger

Ana Krüger, CBN Curitiba

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) começaram na madrugada desta segunda-feira (17) a montagem de um acampamento ao frente ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

A mobilização das cerca de 800 pessoas faz parte do Dia Internacional da Luta Camponesa, marcado para 17 de abril.

Nessa data, mas há 21 anos, houve o chamado Massacre de Eldorado dos Carajás, em que 19 trabalhadores rurais sem terra foram mortos por policiais militares no Pará.

Segundo o MST, os camponeses exigem terras para Reforma Agrária e são contra a medida provisória 759 que trata da regularização fundiária.

Os integrantes do movimento ainda pedem a liberdade imediata de presos políticos do MST e uma audiência com o superintendente do Incra no estado para que possam apresentar as demandas dos acampamentos e assentamentos.

A mobilização faz parte da Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária no Paraná.

Por conta do acampamento, o trânsito na Rua Dr. Faivre e na Avenida Presidente Afonso Camargo ficou complicado.