No último dia na Colômbia, papa se machuca no Papamóvel e ora pela Venezuela

Foto: Marina Militare
Mariana Jungmann – Repórter da Agência Brasil*

O papa Francisco sofreu neste domingo (10) um pequeno acidente na cidade de Cartagena das Índias, onde encerra sua passagem pela Colômbia. Segundo informações da agência de notícias argentina Télam, Francisco machucou-se ao bater o rosto no vidro do Papamóvel, durante uma freada brusca do veículo, e precisou aplicar gelo. De acordo com o porta-voz do Vaticano, o papa passa bem.

A passagem por Cartagena é a última antes de Francisco voltar a Roma. O papa iniciou as atividades deste domingo visitando uma casa de acolhimento a pessoas sem teto e vítimas de tráfico de pessoas. No início da tarde, o papa visitou o Santuário São Pedro Claver, dedicado ao missionário espanhol que defendia os direitos dos escravos em uma das mais antigas cidades da Colômbia.

Segundo a Rádio Vaticano, no santuário, Francisco rezou a oração do Angelus e voltou a conclamar os fiéis à prática da caridade e do apoio aos mais pobres e humildes. Ele também dedicou parte das orações à Venezuela e aos venezuelanos que precisam emigrar para países vizinhos.

“Expresso a minha proximidade a cada um dos filhos e filhas desta amada nação, e também aos venezuelanos que encontraram guarida nesta terra colombiana. Daqui, desta cidade-sede dos direitos humanos, faço apelo para que se rejeite todo tipo de violência na vida política e se encontre uma solução para a grave crise que se está a viver e afeta a todos, especialmente aos mais pobres e desfavorecidos da sociedade”, afirmou.