Venda de “boneca transexual” causa polêmica e fecha lojas no Paraguai

Foto: Antonio Del Puerto / AFP
Foto: Antonio Del Puerto / AFP

Várias lojas de brinquedos da Ciudad del Este, na fronteira do Paraguai com o Brasil, tiveram que fechar as portas depois que clientes denunciaram a venda de bonecas “transexuais”.

Em entrevista à imprensa local, a gerente de uma das lojas, Esther Bazán, alegou não saber que a boneca era “transgênero”.

“Nós compramos as bonecas da China. Elas têm características e roupas femininas, mas possuem um apêndice no púbis que se parece com um órgão sexual masculino”, argumentou.

O Ministro da Infância e Adolescência, Ricardo González, afirmou em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (10) que no Paraguai “não existe uma regulação sobre a venda de brinquedos, como as bonecas, nem mesmo de brinquedos bélicos”.

Em setembro do ano passado, o Paraguai proibiu o ensino de diversidade sexual e igualdade de gênero nas escolas públicas.