Defesa de Lula critica presidente do TRF4 por ter elogiado Moro

cristiano zanin martins
Com informações de Tabata Viapiana

O advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Cristiano Zanin Martins, criticou uma entrevista do desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores, presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), que julga os processos da Lava Jato em segunda instância. Em entrevista ao jornal ‘O Estado de São Paulo’, o desembargador elogiou a sentença proferida pelo juiz Sérgio Moro contra Lula, condenado a nove anos e meio de prisão.

Presidente do TRF4 elogia sentença de Moro contra Lula: “irrepreensível”

Para o desembargador, a sentença é tecnicamente irrepreensível e vai entrar para a história do país. Ele disse que Moro fez um exame minucioso e irretocável das provas dos autos. A defesa de Lula reagiu. Pelas redes sociais, Cristiano Zanin Martins disse, em tom de ironia, que é preciso ver de que forma a sentença de Moro entrará para a história. Segundo o advogado, pode ser pelas grosseiras violações a direitos fundamentais ou por condenar por corrupção sem ato de ofício e sem nexo com afirmado benefício.

Thompson Flores também elogiou a condução dos processos da Lava Jato por Sérgio Moro, considerado pelo desembargador um juiz preparado, estudioso, íntegro, honesto, e que está cumprindo sua missão. Mais uma vez, a defesa de Lula rebateu as declarações. Cristiano Zanin disse o seguinte, abre aspas, nenhum juiz pode atuar em uma cruzada ou missão. Juízes têm o dever da imparcialidade. Devem ser equidistantes. Não devem ter preferências, fecha aspas.

Por fim, Zanin Martins disse que Lula não estaria sendo submetido a um julgamento justo, independente e imparcial na Lava Jato. Ainda em agosto, deve chegar ao TRF4 o recurso do ex-presidente contra a sentença de Moro. O Ministério Público Federal também vai recorrer para tentar aumentar a pena aplicada a Lula. Não há prazo para os recursos serem julgados.