MPF apela de sentença de Lula

Foto: Ângelo Sfair / BandNews FM Curitiba

O Ministério Público Federal protocolou, na noite desta segunda-feira, recurso de apelação contra a sentença do juiz federal Sérgio Moro que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e meio de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Na petição protocolada hoje, o MPF não explica o motivo da apelação nem o que pretende com o recurso, pede apenas que a apelação seja aceita pelo magistrado e que seja aberto um prazo (normalmente de 15 dias) para que o MPF apresente suas razões.

“O Ministério Público Federal, nos autos acima identificados, comparece, respeitosamente, perante Vossa Excelência, com fulcro no artigo 593 do Código de Processo Penal, para interpor recurso de apelação em face da respeitável sentença constante do evento 948, requerendo seu recebimento e a concessão de prazo para o oferecimento das respectivas razões, nos termos do artigo 600, capt, da Lei Adjetiva Processual Penal”, diz a petição.

Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, na última quarta-feira, por ter recebido vantagem indevida da OAS através da aquisição e reforma de um apartamento tríplex no Guarujá. O ex-presidente foi absolvido dos mesmos crimes no caso do armazenamento de bens do acervo presencial.

Ao comentar a sentença, na própria quarta-feira, a Força-Tarefa da Operação Lava Jato elogiou a decisão mas antecipou que recorreria da decisão para questionar alguns pontos da decisão do juiz Sérgio Moro com os quais não concordavam, pedindo, inclusive, que as penas fossem aumentadas.