Assai investe R$ 40 mi em Curitiba e vai gerar 500 empregos diretos

A segunda maior rede do setor de atacados do Pais – a Assaí Atacadista – vai investir R$ 40 milhões na construção de uma loja da marca na região do Pinheirinho, em Curitiba. O inicio da obra deve ocorrer logo após após a concessão do alvará de construção na prefeitura, prevista para ser expedida nesta semana. A licença de instalação já foi concedida em julho.

Este é o segundo investimento de peso anunciado pelo setor de supermercados durante a gestão do prefeito Rafael Greca. Na semana passada o Grupo Angeloni confirmou que também vai instalar uma nova loja no bairro Bom Retiro, mas não informou a previsão de instalação da nova unidade que estaria ainda em fase de projetos complementares.

A nova unidade do Assaí Atacadista – a primeira na capital paranaense – deve ser concluída até o final deste ano e deve gerar cerca de 500 empregos diretos e indiretos na cidade. O GPA, nome de fantasia da Companhia Brasileira de Distribuição, estima que a nova loja vai gerar R$ 3,9 milhões em arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em 2018. Em 2019, o valor deve ser elevado para R$ 4,2 milhões.

Os números constam de uma apresentação interna da rede, a qual o colunista teve acesso. Oficialmente, o GPA não confirma a instalação da nova loja, enquanto aguarda a liberação de autorizações do munícípio.

Além de Curitiba, A Assaí Atacadista inaugura inaugura neste ano novas lojas em Teresina (PI), Salvador (BA), Taguatinga (DF) e em São Paulo. Em Goiânia, a rede inaugurou em junho sua quarta unidade, também com investimentos de R$ 40 milhões.
A rede de supermercados também pretendia abrir uma nova loja no Rio de Janeiro, com investimentos de R$ 60 milhões e geração de 850 empregos para os cariocas. No entanto, segundo publicação da revista Veja neste mês, o prefeito da cidade, Marcelo Crivella, decidiu desapropriar a área para fazer ali um condomínio do Minha Casa, Minha Vida. Após a divulgação da nota, a prefeitura reviu sua posição através de nota oficial porém, a rede não confirmou a retomada do plano de construção da unidade.

O GPA – que também administra marcas como Pão de Açucar, Extra, Casas Bahia, Ponto Frio, Barateiro, entre outras – tem registrado alta em suas ações na Ibovespa, com a expansão da rede atacadista Assaí.

O Assaí Atacadista atende desde o pequeno e médio comerciante, transformadores (donos de lanchonetes, restaurantes, pizzarias e quiosques), revendedores e utilizadores (igreja, escolas, quarteis), até o consumidor final. A proposta da rede é ser o estoque da pequena empresa, um local em que o cliente empreendedor possa fazer a reposição diária de suas vendas sem a necessidade de compras para longos períodos e estoques, além de contribuir fortemente para a melhoria da oferta de produtos e serviços da região.

Outro diferencial é a política de dois preços: dependendo de uma quantidade mínima de determinado produto que o cliente comprar, ele paga o preço de atacado, que está indicado na etiqueta com a sinalização ‘a partir de’. De acordo com dados da consultoria Nielsen, uma compra no segmento de atacado pode ser de 15% a 20% mais em conta no valor final do que se realizada no canal de varejo tradicional.