2,7 mil soldados são incorporados ao contingente da PM no Paraná

Foto: Jœlio Cesar Souza / ANPr
Foto: Jœlio Cesar Souza / ANPr
Com informações da Agência Estadual de Notícias

O governador Beto Richa anunciou nesta terça-feira (10) a incorporação de 2.736 soldados da Polícia Militar do Paraná, para atuar nas regiões Norte, Noroeste, Oeste, nos Campos Gerais, em Curitiba e Região Metropolitana e no Litoral.

São 2.169 policiais e 567 bombeiros militares. Todos concluíram o Curso de Formação de Soldados e os policiais já estão aptos à atuação ostensiva e preventiva.

Richa também anunciou o envio para Londrina, nos próximos dias, de 20 viaturas policiais locadas. “Os veículos irão reforçar o atendimento em Londrina, enquanto aguardamos a entrega das 1.100 viaturas novas, que já estão em licitação e que serão distribuídas a todas as regiões, a partir de critérios técnicos”, afirmou.

“O significado destes anúncios é a esperança da população em uma maior sensação de segurança”, afirmou o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati. “É fato que hoje Londrina, assim como todo o país, passa por um problema serio na área de segurança. Essa medida vai amenizar e melhorar a sensação de segurança da população”, disse ele.

Para o secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita, o reforço de pessoal e de estrutura é significativo. “Mais efetivo sendo aplicado nas ruas, mais viaturas e armas trazem capilaridade maior, uma presença maior da polícia que vai reverter na diminuição dos índices de criminalidade”, disse ele. “A presença, principalmente do policiamento preventivo e ostensivo, traz reflexos imediatos na redução dos índices”, afirmou.

Concurso

Richa falou sobre a abertura de concurso para contratação de 50 profissionais da polícia científica, dentre eles toxicologista, médicos legistas e dentista para os IMLs. “Além disso, há 40 delegados da Polícia Civil concursados para serem chamados. Hoje temos delegados em todas as comarcas. Com mais 40 profissionais poderemos suprir uma ou outra deficiência que ainda existam”, disse o governador.

Capacitação

Os soldados que se graduam no curso de formação passam por 1.500 horas-aula, ao longo de dez meses. O curso inclui estágios operacionais, em que os formandos atuam sob supervisão de superiores. Durante os primeiros meses de curso, os alunos policiais tiveram aulas teóricas e práticas de disciplinas como direito, defesa pessoal, tiro, técnica e tática policial, policiamento ostensivo e, principalmente, comunitário, além de direitos humanos, abordagem e outras da área policial.

Os bombeiros também passam por algumas destas disciplinas, mas têm outras específicas, como combate a incêndio urbano e florestal, salvamento aquático, terrestre e vertical, socorros de urgência, busca terrestre e aquática e defesa civil.