PF deflagra nova fase de operação contra o roubo de poupanças da Caixa

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quarta-feira (11) mais uma fase da Operação Duas-Caras, que combate um esquema de roubo de poupanças de clientes da Caixa Econômica Federal. Os mandados são cumpridos no Paraná, nas cidades de Curitiba, São José dos Pinhais e Colombo. Três pessoas foram presas e duas conduzidas coercitivamente.

Estima-se que o grupo tenha movimentado mais de R$ 1,3 milhão em cerca de 400 operações, de 70 clientes. Eles sacavam o dinheiro de contas de clientes que tinham um saldo alto e realizavam poucas retiradas por meio da falsificação de documentos. Também eram feitas compras no cartão de débito e transferências no caixa.

Um funcionário da Caixa está envolvido: Francisco Casamasmo Júnior foi preso no dia 15 de setembro, na primeira fase da operação. O funcionário era o responsável por identificar as contas com grandes saldos e pouca movimentação e por informar o líder do grupo, que falsificava os documentos. Eles entravam em contato com o banco e informavam que o cartão tinha sido perdido, solicitando outro em seguida. Os cartões eram usados para zerar a conta dos clientes. Francisco Casamasmo Júnior ficava com 20% do valor.

Segundo a PF, após análise de materiais apreendidos na 1ª fase, foram identificados novos fatos e novos suspeitos. Por isso, os novos manados foram solicitados à Justiça Federal.

O nome da operação – Duas-Caras – é uma referência a atuação do funcionário da Caixa investigado, que, ao mesmo tempo que cumpria com suas atribuições na agência bancária, roubava dinheiro dos clientes.