Polícia fecha hotel usado como casa de prostituição de menores em Curitiba

Foto: Lucian Pichetti / CBN Curitiba
Foto: Lucian Pichetti / CBN Curitiba

Com CBN Curitiba

Um hotel da Rua Saldanha Marinho, no Centro de Curitiba, foi fechado nesta terça-feira (10). O local funcionava como uma casa de prostituição de menores. A operação da Divisão Policial da Capital (DPCap), contou com apoio da Polícia Militar (PM) e da Guarda Municipal.

Dentro do hotel, uma adolescente de 17 anos foi flagrada durante um programa. O homem que estava com ela foi preso. A adolescente foi encaminhada ao Conselho Tutelar. O recepcionista do hotel também foi preso.

O coordenador da operação, delegado Fábio Machado, afirma que vai pedir a prefeitura a interdição do imóvel. “Estamos promovendo a interdição e a cassação do alvará. Ele estava sendo usado apenas de fachada como hotel. Na verdade, pelo que vimos aqui, é uma casa de prostituição”.

“Estamos, também, promovendo o perdimento deste bem para o Fundo de Defesa da Criança e do Adolescente, junto ao Ministério Público, já que o estabelecimento estava sendo usado para a prostituição infantil”, explica.

No quarto onde a adolescente se prostituía, foi encontrada uma pequena quantidade de drogas. “[A droga] seria de propriedade de seu cliente, pelo que foi passado. Ela estaria cobrando R$ 80 pelo programa”.

O delegado afirma que os vizinhos receberam bem a operação. “Os moradores da região estão satisfeitos, porque o local, já era de conhecimento de todos, era um local problemático, pelo tráfico de drogas, uso de drogas, prostituição, enfim”.

Durante a ação, vários moradores e comerciantes da região aplaudiram o trabalho da polícia. Uma vizinha do pensionato, que não quis se identificar, disse que se sentia intimidada pelas pessoas que frequentavam o imóvel.

“Apesar de o pessoal não mexer com o morador, justamente para não chamarmos a polícia, a gente se sente intimidado. De madrugada, é um entra e sai, vários carros importados, eles estavam aqui diariamente. A gente reconhecia os carros. Para nós, moradores, e para o comércio, acredito que será excelente essa ação de retirada desse pessoal daqui”.

Durante a manhã desta terça, 64 quartos de dois hotéis da região central da capital foram fiscalizados pelos policiais. Seis pessoas foram presas e outras seis encaminhadas a Central de Flagrantes. De acordo com o delegado Fábio Machado, a Operação Rotatividade deve fiscalizar hotéis de Curitiba pelo menos uma vez por semana.