Carregamento de armas que ia para o Rio é apreendido no Paraná

Divulgação / PRF-PR
Divulgação / PRF-PR

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 32 pistolas e 3.059 munições na manhã deste sábado (12) em Santa Tereza do Oeste (PR). Quase um terço das munições apreendidas era de fuzil. De acordo com a PRF, o armamento era transportado escondido dentro do tanque de combustível de um automóvel Renault Logan.

A apreensão é a segunda maior tanto de armas quanto de munições feita no Paraná pela PRF este ano.

A maior apreensão de armas foi registrada em junho, quando 56 pistolas foram apreendidas em Santa Terezinha de Itaipu. E a maior apreensão de munições ocorreu em julho, também em Santa Terezinha: 5.695 cartuchos para fuzil.

Segundo a PRF, agentes abordaram o carro por volta de 9 horas da manhã, na BR-277 e o casal que ocupava o veículo demonstrou nervosismo, o que motivou uma fiscalização minuciosa dos policiais rodoviários federais.

Depois do flagrante, os agentes observaram que o tanque do veículo quase não tinha espaço para combustível.

O motorista, de 52 anos de idade, e a passageira, de 43 anos, foram presos em flagrante pelo crime de tráfico internacional de armas de fogo.

De acordo com a polícia, a carga ilícita seria levada ao Rio de Janeiro.

Das 32 pistolas, 21 são de calibre 9 milímetros. As outras 11, de calibre .40. Metade das pistolas apreendidas são da marca Glock, fabricadas nos Estados Unidos e na Áustria.

As demais são Taurus (fabricadas no Brasil), Bersa (Argentina), IWI (Israel), CZ (República Tcheca), Beretta (Itália) e FN Herstal (Bélgica).

Do total de 3.059 munições, 1.680 são de calibre 9 milímetros; 995, de fuzil calibre 5.56; 284, de calibre .40; e 100. de calibre .45.

Foram apreendidos ainda 101 carregadores.

A PRF encaminhou as armas, as munições, os presos e o veículo para a Delegacia da Polícia Federal em Cascavel.