Atentado em loja de carros mata dono e clientes em Fazenda Rio Grande

Foto: RedeNews 24h
Foto: RedeNews 24h

Três pessoas morreram assassinadas, e uma quarta foi baleada, em um atentado a tiros na tarde desta segunda-feira (20) no pátio de uma loja de carros em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba. Quatro homens armados chegaram já atirando, segundo a Polícia Militar (PM).

Os bandidos fugiram em uma Renault Duster branca. Por enquanto ninguém foi preso.

De acordo com a Polícia Militar (PM), as vítimas são o dono da loja e dois clientes (um homem e uma mulher). O quarto baleado sobreviveu e foi atendido pelo Siate. Ele foi encaminhado ao hospital de helicóptero.

A loja foi inaugurada há menos de um mês. Segundo a polícia, o dono, identificado como Temircio Pedro Capistrano, de 30 anos, seria o alvo dos bandidos. Imagens de câmeras de segurança serão analisadas para tentar identificar os bandidos.

Cerca de 40 tiros teriam sido disparados. A polícia ainda não sabe o motivo do crime. As outras duas vítimas do atentado, que seriam clientes da loja, ainda não tiveram as identidades divulgadas.

Capistrano tinha passagem na polícia por porte ilegal de armas. Ele foi detido em 2016 e assumiu ser o dono de uma pistola Taurus 938 com nove munições no carregador. A arma foi encontrada pelo polícia no porta-luvas do carro que ele dirigia.

A Delegacia de Fazenda Rio Grande deve investigar o caso.

O atentado aconteceu por volta de 14h30 na revendedora que fica na Avenida Nossa Senhora Aparecida, na esquina com a Avenida Paraná, em um local de bastante movimento no município.

Por volta das 16h30, um carro com placas clonadas, um Logan, que teria sido usado pelos bandidos foi encontrado em chamas em Fazenda Rio Grande. A perícia encontrou cápsulas de pistola dentro do carro.