Gaeco investiga Major do Corpo de Bombeiros suspeito de corrupção

Foto: Divulgação Corpo de Bombeiros
Com informações da BandNews FM Curitiba

Um Major do Corpo de Bombeiros está sendo investigado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná. De acordo com as informações, a corrupção acontecia por meio de fraudes no sistema de aprovação de projetos de segurança contra incêndios e pânico. Quatro pessoas estão entre as principais investigadas da operação denominada “Imperium”.

O militar foi conduzido coercitivamente para prestar depoimento, com autorização da Justiça Militar. As denúncias apontam que ele se aproveitava da hierarquia da corporação para facilitar o esquema ilícito. “Ele utilizava do seu cargo, por assim dizer, para fazer uma certa coerção às pessoas dos policiais bombeiros, que atuavam na análise dos projetos”, conta o coordenador do Gaeco, promotor Leonir Batisti.

As investigações tiveram início a cerca de seis meses. Outras três pessoas também são alvos da operação: A esposa do major, que controla uma empresa do setor de projetos, um engenheiro responsável pela assinatura dos laudos e uma empresária que atua no mesmo ramo. “Ele atuava como uma espécie de despachante do corpo de bombeiros”, explica Batisti.