Golpista que recebia benefícios de aposentados e pensionistas é preso em Curitiba

INSS golpista

Um homem, de 50 anos, foi preso em flagrante dentro de uma agência bancária, no bairro Alto da XV em Curitiba, ao tentar abrir uma conta em nome de terceiros, para realizar empréstimos financeiros. O homem ainda é suspeito de fraudar diversos documentos para receber benefícios de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O suspeito possuía um mandado de prisão em aberto, expedido pela Justiça Federal, por fraudar vários documentos contra o INSS. De acordo com a polícia o homem é suspeito de receber o beneficio de dezenas de vítimas.

“Ele têm uma extensa ficha criminal por fraudes contra o INSS e golpes análogos. O homem fraudava os documentos para conseguir realizar os saques dos benefícios”, falou o delegado-titular da Delegacia de Estelionato, Wallace Brito de Oliveira.

A equipe de investigação da especializada, chegou até o suspeito após a agência bancária desconfiar da documentação apresentada. “Através de um sistema de inteligencia entre a delegacia e os bancos, conseguimos tirar de circulação outra pessoa envolvida com estelionato”, adiantou Brito.

O delegado ressalta ainda que o homem desconfiou que a polícia seria acionada e conseguiu se desfazer de toda a documentação apresentada para abertura da conta, porém, a gerente do banco já havia xerocado os documentos. Ele não reagiu no momento da prisão.

Na delegacia, ele confessou o crime e alegou ter pago R$ 300 pela falsificação dos documentos para abertura de conta bancária (RG, CPF e comprovantes de renda e residência), porém disse não ter contato com a pessoa que realiza a falsificação.

O homem vai responder pelos crimes de estelionato e falsificação ideológica, além das fraudes cometidas contra o INSS. Se condenado, poderá pegar mais de 10 anos de prisão. Ele está a disposição da Justiça.