Homem é condenado por matar esposa e estuprar cunhada

violência contra a mulher: feminicídio

Um homem acusado de matar a esposa e estuprar a cunhada de 14 anos foi condenado pelo Tribunal do Júri de Araucária, na região metropolitana de Curitiba, a mais de 30 anos de reclusão. Após o julgamento, ocorrido nesta quinta-feira, 5 de outubro, ele foi imediatamente encaminhado para a prisão, sem direito de recorrer da decisão em liberdade.

De acordo com a 3ª Promotoria de Justiça de Araucária, no dia 26 de maio de 2013, o rapaz, na época com 24 anos, matou sua companheira asfixiada após uma discussão. Em seguida, estuprou a irmã da vítima, que dormia no quarto ao lado, mediante ameaça e violência.

Os jurados acataram a tese do Ministério Público, de homicídio qualificado por meio de asfixia e estupro praticado contra menor de 18 e maior de 14 anos. O rapaz pegou pena de 30 anos e 8 meses de reclusão.

Leia também:

> Taxa de feminicídios no Brasil é a quinta maior do mundo
Acusado de matar namorada com taco de beisebol será denunciado por feminicídio
Mulher tem 40% do corpo queimado e ex-companheiro vai preso por feminicídio