PM e mais dois são presos por sequestro em Curitiba

Foto: colaboração / WhatsApp BandNews
Foto: colaboração / WhatsApp BandNews
Da BandNews Curitiba

Um policial militar, suspeito de sequestro e extorsão, foi preso nesta quarta-feira (30), em Curitiba. O soldado, que faz parte da corporação desde 2013, foi detido no bairro Jardim Botânico, quando entrava no carro de um homem que havia sido sequestrado ontem à noite.

Para liberar a vítima, os criminosos teriam solicitado R$ 200 mil. Outros dois suspeitos também acabaram presos. Acredita-se que o PM era um dos chefes do grupo. A vítima, que prefere não ser identificada, relata os momentos de tensão que passou até que fosse encontrada pelos policiais do grupo Tigre.

“Eles só falavam que era para eu ficar tranquilo, que era realmente um sequestro e que estavam tentando contato com a minha família. Mexeu bastante com o meu psicológico, não é uma situação comum, estava preocupado com a minha vida e dos meus familiares”, afirmou.

A vítima foi encontrada amarrada, amordaçada e com os olhos vendados, mas passa bem. O PM foi encaminhado ao Tigre, grupo especializado da Polícia Civil. O delegado Luiz Artigas destaca que o crime foi solucionado em poucas horas.

“Teve uma pressão psicológica imensa, foi levado para um cativeiro em Curitiba onde foi efetivamente resgatado. A família recebeu o pedido de resgate e nos procurou imediatamente, o que foi essencial para o trabalho”, disse.

A investigação continua para identificar e localizar os outros integrantes da quadrilha. O soldado fazia parte do setor administrativo da Polícia Militar.  Por meio de nota, a Polícia Militar diz que não compactua com desvios de conduta e adotará todas as providências cabíveis, respeitando o princípio constitucional da ampla defesa, do contraditório e do processo legal.