Movimento separatista faz novo plebiscito informal neste sábado

Foto: Reprodução / Facebook
Foto: Reprodução / Facebook

Líderes do movimento “O Sul É o Meu País” vão às ruas em 960 cidades do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul perguntar se a população tem interesse em separar os Estados e criar um país independente, neste sábado (6). O plebiscito informal acontece das 8h às 20h nos principais pontos da cidade. Em Curitiba serão 36 locais de votação.

“Você quer que Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul formem um país independente?”, essa será a pergunta que os interessados deverão responder em cédulas de papel. De acordo com a organização, o interessado deve apresentar um documento de identidade e ter mais de 16 anos para votar. A expectativa é ouvir um milhão de moradores dos três estados do Sul, o equivalente a 5% do eleitorado. Os votos serão contabilizados e divulgados na internet no final do dia.

Vereador de Curitiba questiona plebiscito “O Sul é Meu País” no MPF
“Sul é meu país” ganha força com exemplo da Catalunha

O movimento ganhou repercussão com o plebiscito da Catalunha, realizado no último domingo, em que 90% dos eleitores votaram “sim” pela independência da região da Espanha e 7,8% votaram “não”.

Em entrevista ao Paraná Portal, o presidente da comissão de Curitiba, Pedro Liss, disse estar otimista com a repercussão do plebiscito da Catalunha.

“O (plebiscito) da Catalunha em especial nós vemos como um grande exemplo, um fato predominante para que a gente cresça cada vez mais e fique mais forte… O estado esquece que o poder emana do povo. A legitimidade sempre está com o povo”, afirmou. A separação dos estados é inconstitucional e o plebiscito não tem valor legar mas, segundo o movimento “é um exercício da liberdade de expressão, garantida pela Constituição”.