Sindicatos e deputados estaduais discutem reforma da Previdência

Foto: Pedro Oliveira/Alep
Foto: Pedro Oliveira/Alep

Os deputados estaduais que compõem a Frente Parlamentar em Defesa do Trabalhador do Campo e da Cidade se reuniram com representantes de sindicatos, na manhã desta quarta-feira (15), na Assembleia Legislativa do Paraná, durante a audiência pública que debateu a reforma da Previdência. O encontro marcou o dia de mobilizações sobre o tema.

O motivo da reunião, segundo o coordenador da Frente, deputado Anibelli Neto (PMDB), foi ouvir as demandas dos trabalhadores, colher dados e, com isso, enviar documentos ao Congresso Nacional pedindo a retirada, alteração ou, até mesmo, a reprovação da medida que altera as normas da aposentadoria.

Para o presidente da Força Sindical do Paraná, Nelson Silva, o que o Governo Federal está querendo fazer é inadmissível. “Mexendo na previdência, que já é ruim, uma aposentadoria de miséria. O Governo fala, em rede nacional, que o trabalhador terá um salário mínimo garantido, como se fosse a melhor coisa do mundo, e o presidente da República mesmo não vive com isso”, afirma.

Já o presidente do Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas (Sindicontas-PR), Luiz Tadeu Grossi, acredita que a união das categorias é necessária para conseguir fazer com que o Governo Federal mude de ideia. “Tem que ter ampla mobilização, porque, senão, não vai ter debate e vão querer passar essa reforma da maneira como está”, ressalta.