Dez pessoas morreram nas rodovias estaduais durante o carnaval

Foto: Divulgação/PM
Foto: Divulgação/PM

O balanço da Operação realizada pelo Batalhão de Polícia Rodoviária durante o feriado de carnaval, entre a última sexta-feira (24) e hoje (1), aponta que ocorreram 133 acidentes com 132 pessoas feridas e 10 mortes, além de três atropelamentos nas rodovias estaduais do Paraná.

O número aumentou em comparação ao mesmo período do ano passado, quando ocorreram 127 acidentes, com 129 feridos e sete mortos.

No feriado deste ano os policiais rodoviários emitiram 2.794 autuações de trânsito, 32% a mais que no feriado de 2016, quando foram emitidas 2.112.

Além disso, onze pessoas foram presas por dirigir embriagadas e 18 foram multadas. Durante todo o feriado, foram feitos 1.468 testes etilométricos, de bafômetro.

A fiscalização do excesso de velocidade durante o feriado de Carnaval também foi intensificada e resultou em 6.599 imagens por radar. No feriado do ano anterior foram 8.964. “Observamos que houve aumento nas infrações de trânsito e de imagens por radar, tendo em vista o comportamento do motorista”, disse o Comandante do BPRv, tenente-coronel Zanatta.

Litoral

Nos cinco dias de feriado, houve 15 acidentes, com 14 pessoas feridas e um atropelamento, nas rodovias que cortam as regiões litorâneas. Já no ano passado, foram 16 acidentes com 11 feridos. Não houve óbitos nesta região em nenhum dos dois Carnavais.

“O que chama atenção foi o aumento dos casos de embriaguez ao volante, de imagens de radar e das autuações. Embora tenhamos feito orientações anteriores, percebemos que durante o Carnaval as pessoas exageram na condução e extrapolam o limite de velocidade nas rodovias. Por isso, continuaremos ampliando as operações tanto com etilômetro quanto com os radares móveis para levar conscientização ao usuário da via.  Por outro lado, comemoramos o fato de nenhuma pessoa ter perdido a vida em acidentes de trânsito no litoral”, disse o tenente-coronel Zanatta.

O número de pessoas que precisaram fazer o teste etilométrico foi menor que no feriado do ano anterior: 232 aferições contra 327 em 2016. Em compensação, mais pessoas foram flagradas dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas nas rodovias estaduais litorâneas (14) das quais seis foram presas, número maior que o registrado no Carnaval anterior, quando foram 11 flagrantes e quatro detidos.