Agricultura
Compartilhar

Temer suspende importação do café robusta

Após o governo anunciar uma série de medidas para facilitar a compra do café robusta (conilon) do Vietnã pelo Brasil, o ..

Mariana Ohde - 24 de fevereiro de 2017, 07:59

Após o governo anunciar uma série de medidas para facilitar a compra do café robusta (conilon) do Vietnã pelo Brasil, o presidente Michel Temer recuou e suspendeu o processo de liberação das importações. A decisão veio após pressão das bancadas e estados produtores, principalmente Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo e Rondônia.

O presidente também retirou o assunto da pauta da Câmara do Comércio Exterior (Camex) - haveria uma reunião na quarta-feira (22) para tratar do assunto, mas o encontro foi cancelado por outros motivos.

A decisão de abrir o país para a importação do produto veio após a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgar um levantamento que apontava a falta do conilon nos estoques nacionais, após secas nas regiões produtoras. Para atender a demanda resultante, seria validada a importação de até um milhão de sacas de café robusta, em cota mensal de 250 mil sacas, com tarifa de 2%. Na semana passada, o Comitê Gestor Executivo (Gecex), ligado à Camex, autorizou a importação nesses termos. No dia 20, o Ministério da Agricultura divulgou no Diário Oficial da União os requisitos fitossanitários para a importação de grãos.

Porém, agora, com a suspensão, o governo determinou que a situação passe por novas avaliações antes da retomada das importações, disse o Ministério da Agricultura em nota.