Turismo rural tem aprovação e gera renda no campo

Redação


Por Emater

O Turismo Rural é um projeto estratégico do Instituto Emater. Os extensionistas procuram fazer com que a atividade gere renda para as famílias rurais, por meio da implantação de roteiros turísticos, aproveitando as atividades rurais em comunidades assistidas pelos profissionais do Instituto.

A equipe de Turismo Rural orienta os agricultores para atender demandas, em especial do público urbano, por cenários e produtos diferenciados.

Desta forma, a atividade turística permite que mais pessoas conheçam a rotina do produtor, a gastronomia rural, além de aumentar a integração com o meio rural e a natureza. O sucesso do projeto vem estimulando a inserção e fixação de jovens e mulheres nos processos produtivos. O turismo vem gerando renda, empregos e melhoria da qualidade de vida dos produtores, promovendo o desenvolvimento rural.

Uma das metodologias do projeto é a “Caminhada na Natureza” que, somente em 2019, já foi executada 55 vezes no Paraná, com participação de mais de 30 mil pessoas, e serão 145 até o final do ano.

No último domingo, dia 23, o Instituto Emater e a Prefeitura Municipal de Paiçandu, em parceria com a Cooperativa de Produtores Familiares de Paiçandu (Coprofap), promoveu a “10a Caminhada na Natureza – Circuito Colombinho”, no distrito de Água Boa. O evento iniciou oferecendo aos participantes um café da manhã colonial, produzido pela Coprofap.

A abertura contou com a presença de Tarcísio Marques, prefeito de Paiçandu, e das extensionistas Daniele Bertaglia e Katerine Brero, que deram as boas-vindas aos caminhantes. Os participantes conheceram a sinalização internacional o funcionamento da caminhada. Em seguida todos fizeram uma sessão de alongamentos antes de dar início às atividades.

Os caminhantes foram recepcionados na propriedade do agricultor José Carlos Benati, assistido pelo Instituto Emater no Projeto Turismo Rural. O local contava com o Eco Expresso, ônibus ecológico da Sanepar, e os organizadores da caminhada ainda fizeram uma feira de produtos coloniais e artesanatos locais.

O circuito Colombinho proporcionou aos caminhantes diversas belezas naturais, e passagem por plantações de milho, matas, lagos e outras propriedades de agricultores familiares. Ao final do percurso, cerca de 600 caminhantes foram recebidos com um almoço colonial ao som de música ao vivo. O resultado do trabalho trouxe lazer para o público participante e oportunidade de negócios para produtores familiares.

Previous ArticleNext Article