Agronegócio
Compartilhar

Adapar inicia coleta em rebanho bovino para conseguir selo livre de febre aftosa

Para cumprir etapa dentro do protocolo do reconhecimento internacional de área livre de febre aftosa, a Adapar (Agência ..

Redação - 18 de maio de 2020, 17:51

Divulgação/Seab
Divulgação/Seab

Para cumprir etapa dentro do protocolo do reconhecimento internacional de área livre de febre aftosa, a Adapar (Agência de Defesa Agropecuária do Paraná) iniciou nesta segunda-feira (18) coleta de amostras de sangue em cerca de 10 mil bovinos em 330 propriedades rurais do estado.

Essa medida é determinada pela Organização Mundial da Saúde Animal para a garantia do selo livre de febre aftosa e deve durar pelas próximas quatro semanas.

Na sequência, as amostras são analisadas por laboratório certificado pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e devem ser liberadas até o mês de julho.

“Mesmo na pandemia do novo coronavírus, os prazos da OIE não se alteraram. E nós estamos tomando todas as medidas de biossegurança para execução dessa atividade”, explicou o gerente de Saúde Animal da Adapar, Rafael Gonçalves Dias.

Vale lembrar que desde primeiro de maio está sendo realizada a Campanha de Atualização de Rebanhos, que serve como garantia do status sanitário do estado sem a vacinação contra a febre aftosa. Será possível que os pecuaristas façam o cadastro de suas matrizes até o dia 30 de novembro.

A atualização pode ser feita de forma online por meio deste link.