Agricultura
Compartilhar

Agricultor do Paraná e exemplo ao Brasil, afirma Romanelli

“O agricultor merece nosso respeito, reconhecimento e homenagens todos os dias por colocar alimento nas nossas me..

Pedro Ribeiro - 28 de julho de 2021, 17:07

O Café do Norte Pioneiro foi o primeiro produto a obter o registro de Indicação Geográfica (IG) junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).  -  Foto:  Emater de Carlópolis
O Café do Norte Pioneiro foi o primeiro produto a obter o registro de Indicação Geográfica (IG) junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). - Foto: Emater de Carlópolis

ANÚNCIO

“O agricultor merece nosso respeito, reconhecimento e homenagens todos os dias por colocar alimento nas nossas mesas. Hoje, no Dia do Agricultor, meu especial agradecimento à todas e todos os trabalhadores do campo” disse nesta quarta-feira, 28, o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) ao destacar que a agricultura é o motor da economia paranaense.

Romanelli ressalta a diversidade da produção rural do Estado ressalta a importância de valorizar tanto o trabalho realizado pela agricultura familiar, em pequenas propriedades, quanto o exemplar desenvolvimento da produção em grandes áreas. “O agricultor do Paraná tem sido o grande responsável pelo crescimento do Estado e tem muito a comemorar. As grandes conquistas do agronegócio devem se espalhar para todos os produtores”.

ANÚNCIO

Segundo Romanelli, o Paraná vem buscando alternativas para estimular o processamento e agregar valor à produção primária, seja em pequenos ou grandes volumes. “O programa Paraná Trifásico, que moderniza as linhas de energia no campo, será fundamental para a implantação de pequenas e grandes fábricas na área rural”, considera ele.

O deputado também ressalta iniciativas como o Coopera Paraná. Dedicado à agricultura familiar, o programa busca incentivar a organização formal dos agricultores, com capacitação, orientação técnica e investimentos socioprodutivos. “Há um grande esforço para o desenvolvimento sustentável das pequenas propriedades. Este estímulo oferece condições para manter o homem no campo e ajuda a economia do Estado”, avalia.