Frio causa geadas no Paraná; Palmas registra neve

Mariana Ohde


Curitiba e quase todo o Paraná devem ter a semana mais fria do ano. Na capital, onde o mês de julho vinha sendo menos gelado do que o esperado, a temperatura mínima chega a 0ºC nesta quarta-feira (19), segundo o instituto meteorológico Simepar.

Uma massa de ar polar que chegou ontem ao estado promete trazer geada para quase todo o território, com exceção do Litoral. O frio atinge primeiro as regiões Oeste e Sul: para esta terça, o Simepar já prevê os termômetros abaixo de zero em Pato Branco, Francisco Beltrão e Guarapuava.

A geada deve se expandir rapidamente e atingir Curitiba e o restante do estado nesta quarta, que deve ser o dia mais frio do ano até aqui: na capital, a máxima ao longo do dia será de apenas 10ºC, segundo o Simepar.

A temperatura curitibana só voltará a subir, timidamente, na sexta, quando a mínima prevista é de 7ºC e a máxima é de 19ºC.

Neve?

Em Palmas, no sul do estado, o Simepar confirma a queda de neve na noite de segunda-feira (17). A menor temperatura registrada durante a madrugada foi em Inácio Martins, com -3,9ºC.

O Simepar não descarta totalmente a possibilidade de neve nesta quarta ou na quinta, mas classifica as chances na capital como “remotas”. Segundo o instituto, o tempo seco impede as mesmas condições de 2013, quando Curitiba teve uma leve ocorrência de neve.

O fenômeno, se vier, deve atingir as regiões Sul e Central, onde a preocupação se volta principalmente à agricultura: as manhãs geladas trazem riscos à lavoura em função da combinação de ar frio e vento, a chamada geada negra.

Geadas no campo

Ontem, o Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e Simepar alertaram para a ocorrência de geadas no campo. A recomendação para os plantios novos, com até seis meses, é enterrar as mudas. Viveiros devem ser protegidos com várias camadas de cobertura plástica ou aquecimento, com a opção de adotar as duas práticas simultaneamente. Nos dois casos – lavouras novas e viveiros – a proteção deve ser retirada assim que a massa de ar frio se afaste e cesse o risco imediato de geada.

Nas lavouras com idade entre seis meses e dois anos a orientação aos produtores é amontoar terra no tronco das plantas até o primeiro par de folhas. Essa proteção deve ser mantida até meados setembro e, depois, retirada com as mãos.

Andrei Weber, que ficou conhecido por produzir vídeos sobre o campo, fez imagens do gelo sobre a plantação nesta manhã.

Alerta geada

Nos próximos dias, há possibilidade de geadas nas demais regiões produtoras de café no Paraná – Norte, Noroeste e parte da região Oeste. Os cafeicultores podem acompanhar as atualizações das previsões meteorológicas em no site do Iapar, no site do Simepar ou pelo disque-geada (43) 3391-4500.

Neste ano, o Alerta Geada entrou em operação em 16 de maio. O serviço é mantido pelo Iapar e o Simepar até o final do inverno. O principal objetivo é auxiliar produtores rurais na prevenção e redução de perdas agrícolas. Os avisos são difundidos por uma rede formada por órgãos públicos estaduais, prefeituras, cooperativas, associações rurais, técnicos e profissionais de agronomia, veículos de comunicação, estabelecimentos educacionais e comunitários.

Neve no Sul

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou queda de neve granular em quatro cidades do Rio Grande do Sul e três de Santa Catarina. O fenômeno foi visto nesta segunda-feira (17) à tarde em Canela, Gramado e Caxias do Sul, na serra gaúcha; e em Palmeira das Missões, no noroeste gaúcho. Em Santa Catarina, a neve granular foi registrada no fim da tarde em Irani, no meio-oeste do estado. Na serra catarinense, o fenômeno também foi visto nos municípios de São Joaquim e Urupema.

A neve ocorre quando a água precipita já em estado sólido, na forma de cristais de gelo. Estes foram os primeiros registros do fenômeno desde que a frente fria passou a agir sobre a região Sul do país. O instituto prevê que as temperaturas devam cair ainda mais durante a noite de hoje, possibilitando novas ocorrências de neve, especialmente em regiões serranas.

A temperatura nos municípios de maior altitude pode chegar a -5 ºC durante a madrugada desta terça-feira (1 8) , segundo o Inmet. A partir de quarta-feira, a massa de ar polar deve se dissipar, e a temperatura voltar a subir.

 

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="4613" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]