Novo moinho vai gerar 80 vagas de emprego em Sertanópolis

Mariana Ohde


A região de Sertanópolis, próxima a Londrina, recebeu oficialmente uma nova unidade industrial do Moinho Globo. A inauguração, com a presença do governador Beto Richa, aconteceu na sexta-feira (28). A empresa investiu R$ 100 milhões na unidade, que opera a plena capacidade desde fevereiro e produz 600 toneladas por dia. A empresa solicitou seu enquadramento no programa de incentivos estadual Paraná Competitivo e o processo está em análise na Secretaria da Fazenda.

A nova unidade do Moinho Globo começou a ser construída em 2013 e segue um diagrama operacional projetado para atender especificamente as demandas da produção local. O moinho é totalmente automatizado e sustentável, considerado uma das estruturas mais modernas do país.

De acordo com o presidente Giancarlo Venturelli, o novo moinho tem capacidade para moagem de 180 mil toneladas de grãos por ano, que somada às 135 mil toneladas produzidas atualmente, eleva o potencial total da companhia para mais que o dobro da capacidade.

“O novo moinho é um sonho de muitos anos. Um projeto planejado, construído passo a passo, seguindo os conceitos e valores que sempre foram priorizados na gestão da empresa”, declarou.

A diretoria prevê um crescimento de 40% na capacidade do moinho para os próximos três anos, pois a nova planta foi projetada para produzir 1000 toneladas do produto acabado por dia, comportando uma terceira linha de produção.

Emprego

As duas unidades em operação geram 230 empregos diretos e cerca de 500 indiretos e no decorrer do ano o número sobe para 310, pois com a nova unidade gerará 80 novos postos de trabalho até o início de 2018. Os interessados podem se cadastrar no site da empresa.

Segundo a vice-presidente da companhia Paloma Venturelli, os moleiros que atuam na nova unidade foram transferidos da primeira planta e passaram por capacitações e treinamentos para aprenderem a operar os softwares dos maquinários. Os 80 novos postos de trabalho serão gerados em substituição aos profissionais transferidos. “O capital humano é nossa maior riqueza”, afirmou

Fato que Robson Psolotto, gerente nacional de vendas, confirma. Ele, que tem 20 anos de empresa, começou como seletor de grãos e chegou a um dos postos de trabalho mais altos da companhia “Crescer junto com o Moinho é uma sensação muito boa. Pude aprender todo o processo e conhecer a cadeira de dentro da indústria. Hoje entendo desde o trigo até a ponta, que é o consumidor”, lembrou.

Trigo

O Paraná é o principal produtor de trigo do país. O Estado é responsável por 45% da moagem nacional e, com a ampliação do moinho Globo, o município de Sertanópolis atingirá a marca de 5% da produção do país, segundo o prefeito Alceste Iwanaga. “A economia da cidade é impactada. Crescemos em arrecadação e mantemos a sustentabilidade de empregos”, falou.

 

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="2162" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]