IBGE: Paraná é destaque na safra de grãos

Mariana Ohde

Slides

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que a safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas para este ano será 26,2% maior do que a de 2016, devendo atingir 233,1 milhões de toneladas, contra as 184,7 milhões de toneladas da safra 2016 – a maior da história.

Os dados constam do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de abril, a quarta estimativa de produção de grãos feita este ano.

Em relação às estimativas de março, a produção e a área plantada aumentaram em 1,2% e 0,2%, respectivamente. Os dados indicam, ainda, que a estimativa da área a ser colhida é de 60,8 milhões de hectares, um crescimento de 6,5% diante da área colhida em 2016 (57,1 milhões de hectares).

O arroz, o milho e a soja são os três principais produtos deste grupo, que, somados, representaram 93,7% da estimativa da produção e responderam por 87,9% da área a ser colhida.

Segundo o IBGE, em relação ao ano anterior, houve acréscimo de 2,4% na área da soja, de 16,5% na do milho e de 3,3% de arroz. No que se refere à produção, houve acréscimos de 17,5% para a soja, 13,5% para o arroz e 46,8% para o milho.

Paraná é destaque na safra de grãos

Nas estimativas para 2017, o Mato Grosso lidera como maior produtor nacional de grãos, com uma participação de 25%. O estado do Paraná ocupa a segunda posição, com 18,3% – um crescimento de 20,5% em relação ao ano anterior e de 1,1% em relação a março.

O estado é seguido pelo Rio Grande do Sul (14,6%). Somados, os estados representaram 57,9% do total nacional previsto. Outros estados importantes na produção de grãos foram Goiás (10%), Mato Grosso do Sul (7,9%), Minas Gerais (6,1%), São Paulo (3,6%), Bahia (3,3%), Santa Catarina (2,9%) e Maranhão (2,1%) que integram também o grupo dos dez maiores produtores do país.

Em relação à área plantada, o Paraná chegou, em abril, a 9.830.037 hectares, participação de 16,2%. O número representa uma queda de 0,1% em relação a março, mas crescimento de 2,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Outros estados que se destacam na área plantada são Mato Grosso (24,9%), Rio Grande do Sul (14,1%) e Goiás (8,8%).

Soja 

Com a quase totalidade das lavouras colhidas, a expectativa de safra recorde em 2017 vai se confirmando e, após atualização dos dados no mês de abril, a produção segue com perspectiva de aumento, agora estimada em 112.858.921 toneladas, incremento de 1,7% quando comparado ao volume divulgado no mês anterior.

A confirmação do bom desenvolvimento das lavouras a campo influenciou na revisão da estimativa de rendimento médio, que foi elevado em 1,8% e deve alcançar 3.327 kg/ha na média nacional. Destaque para os estados do Paraná, Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, que apresentaram aumento no rendimento médio de 1,6%, 2,8%, 5% e 7,1%, respectivamente.

O GCEA/PR elevou em 1,8% a estimativa de produção no Paraná, segundo maior produtor de soja do país com 17,4% do total nacional, que deve apresentar uma produção de 19.584.146 toneladas, volume recorde no estado. A colheita foi praticamente concluída e as condições climáticas mostraram-se ideais para o desenvolvimento da cultura que, aliado a alta tecnologia empregada pelos produtores, deve apresentar um rendimento médio de 3.651 kg/ha ou 60,9 sacas/ha, novo recorde estadual.

Milho 

Com 2.880.738 hectares no total, o estado registrou produção de 18.523.558 toneladas, participação nacional total de 19.8%. O estado perde apenas para o Mato Grosso (26,3%). Na primeira safra, o Paraná registrou 502.806 e 4.646.548 toneladas, ou 15.4% da produção nacional. Na segunda safra, são 2.377.932 hectares e 13.877.010 toneladas, com 22% de participação.

Trigo

O GCEA/PR reduziu a estimativa da produção do Paraná este mês em 4,4%, quando comparado ao mês anterior. Ao todo devem ser colhidas 3.149.806 toneladas do produto – que representam 55.9% da produção nacional. Foram 998.980 hectares.

Com o preço pouco compensador e o elevado risco da atividade, perante as incertezas com o clima, muitos produtores preferem antecipar o plantio da soja, para assegurar maior “janela de plantio” para o milho segunda safra. Até o final do período, o plantio havia sido realizado em cerca de 15% da área prevista. As lavouras, até então implantadas, apresentam um bom aspecto, atravessando os estágios de germinação (80%) e desenvolvimento vegetativo (20%).

Triticale

O Paraná é responsável por 55.7% da produção nacional de triticale, com 27.411 toneladas e 8.985 hectares. Porém, houve queda nos indicadores: a área caiu 31.9% em relação ao ano passado e 4,5% em relação ao último mês. Já a produção registrou recuo de 25% em relação ao ano passado e 0,5% em relação a março.

Feijão 

O Paraná, em abril, registrou 430.918 hectares de área plantada e produção de 789.243 toneladas. Os números representam uma participação de 23,6% na produção nacional. Outros estados de destaque na produção foram Minas Gerais (16,4%) e Goiás (9.8%).

A área plantada de feijão primeira safra foi de 197.981 hectares e produção de 361.644 toneladas, com participação nacional de 22,9%. O feijão segunda safra teve 229.660 hectares e produção de 424.341 toneladas, ou 32,9% da produção nacional. Na terceira safra, segundo o IBGE, o estado tem 3.277 hectares e 3,258 toneladas colhidas, participação nacional de 0,7%.

Cevada

Com 53.700 hectares plantados e 246.762 toneladas, o Paraná representa, em abril, 69,5% da produção nacional de cevada. Os números representam um crescimento de 22% em relação ao ano anterior e de 3,2% em relação ao mês anterior. O Rio Grande do Sul aparece em segundo, com 28,4% de participação na produção, seguido de São Paulo, com 1,7%.

Aveia

O Paraná tem 64.285 hectares e produção de 151.580 toneladas, respondendo por 21.9% da produção nacional. O estado está atrás apenas do Rio Grande do Sul (68.8%).

Veja a publicação na íntegra com os demais indicadores e produtos.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="481074" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]