Plantio do trigo avança e pode ser prejudicado pelo frio

Mariana Ohde


O trigo chegou a 99% da área plantada no Paraná, contra 98% no último boletim do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (Seab). 82% está em boas condições, porém, o frio desta semana preocupa.

O trigo começou a ser plantado em abril e, agora, é a cultura mais suscetível às mudanças climáticas, pois está chegando às fases de frutificação e maturação. Cerca de 48% das lavouras está suscetível a problemas climáticos, principalmente no Sul do Estado, mais afetado pelo frio. “Por causa do clima, o potencial de produção deste ano, que é de 3 milhões de toneladas, deve ser reduzido”, relata o agrônomo do Deral, Carlos Hugo Godinho.

Nos últimos anos o inverno no Paraná foi ameno e não houve perdas significativas. Em 2016, que não teve um inverno tão rigoroso, 3,5 milhões de toneladas de trigo foram colhidas no estado. Os agricultores do trigo não têm o que fazer para proteger as plantações, já que as lavouras são extensas. “O plantio escalonado, que poderia amenizar as perdas, já deveria ter sido realizado”, relata Garrido.

Também avança, no estado, o plantio da cevada, que chega a 99% da área plantada, com 84% em boas condições e boas perspectivas de produção e preços, dando continuidade aos bons resultados do ano passado.

Na fase da colheita, a batata segunda safra chega a 92% da área colhida, 92% em boas condições; o café está em 50% de área colhida, 89% em boas condições, mas em alerta para o risco de geadas nesta semana também. O milho, que também segue em alerta com o frio, chega a 30% da área colhida com 90% em boas condições.

Deral

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal