Produção de café pode crescer até 22% no Paraná

Mariana Ohde


O Paraná deve colher entre 1,20 a 1,33 milhão de sacas de café na safra 2017, volume que, se confirmado, vai representar um crescimento de 10% a 22% em relação a 2016 (1,09 milhão de sacas). Os dados são do Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria da Agricultura e Abastecimento (Seab).

Segundo os técnicos responsáveis pelo levantamento, as chuvas regulares e bom volume que aconteceram durante a fase de formação dos frutos, entre os meses de novembro de 2016 até abril de 2017, contribuíram favoravelmente. As temperaturas estiveram dentro da normalidade neste período e também favoreceram o bom desenvolvimento das lavouras e o processo de granação dos frutos.

“Podemos dizer que o clima favorável contribuiu até mesmo para atenuar os efeitos negativos da maturação desuniforme causada pelas floradas tardias que comprometem a qualidade da safra. Embora haja maturação desuniforme em grande parte das lavouras, os frutos oriundos das últimas floradas estão bem granados e não deverá ocorrer quebra significativa no peso caso o produtor opte por uma única derriça”, diz o relatório.

A colheita já começou em algumas propriedades e, neste período inicial. Segundo o Deral, para a maioria dos produtores, a principal preocupação é se preparar e seguir as recomendações de boas práticas para a colheita, preparo, secagem e armazenamento da safra buscando redução de custo, melhoria de qualidade e da rentabilidade.

Os técnicos do Deral das regiões cafeeiras realizaram os trabalhos de campo durante o último mês de abril para levantar, junto aos técnicos e cafeicultores, o potencial de produção para a safra.

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal