Renda Agricultor Familiar beneficiará 300 famílias da região

Mariana Ohde


A regional de Laranjeiras do Sul promoveu, na sexta-feira (7), uma reunião no escritório local para definir as estratégias de implantação do benefício Renda do Agricultor. Na ocasião, estiveram presentes representantes da Secretaria da Família, da Assessoria da Casa Civil, do Centro de Socioeducação (Cense) do município, do Núcleo Regional da Educação (NRE) e técnicos da Emater.

A ampliação do benefício, anunciada pela secretaria no início do mês, beneficiará 2.200 famílias de 156 municípios prioritários, e terá investimento de R$ 6 milhões. Na região de Laranjeiras do Sul, a ação chegará a dez municípios e alcançará 300 famílias que vivem no meio rural.

O chefe da regional, Antônio da Silva, explica que o Renda Agricultor contribui para a geração de renda das famílias que possuem renda per capita de até R$ 170 por mês, levando melhoria da qualidade de vida à população.

“O projeto é uma resposta ao compromisso assumido pelo governo do Estado, juntamente com os municípios, em ofertar ações que contribuam significativamente para a realidade das famílias rurais que vivem em situação de vulnerabilidade social”, diz.

O Renda Agricultor foi lançado pelo Governo como projeto piloto, em 2015, e faz parte do programa Família Paranaense. Desde que foi criado, já disponibilizou R$ 225 mil a 186 famílias rurais paranaenses.

Para que o benefício entre em prática, a reunião definiu que será realizado um encontro com os prefeitos das cidades prioritárias da região. Durante o evento, que deve ocorrer até o final do mês, serão apresentados os objetivos do programa Família Paranaense e celebrado o compromisso do governo com os municípios participantes.

As famílias beneficiadas têm acesso às políticas de cidadania e recebem orientações sobre a preservação do ambiente. Depois de selecionadas, recebem um benefício fixo no valor de R$ 2 mil ou R$ 3 mil. O valor precisa ser investido em projetos previamente definidos entre os técnicos da Emater e as famílias atendidas. São projetos que devem contribuir para a melhoria do saneamento básico nas áreas rurais; a produção de alimentos para o autoconsumo e a venda do excedente, e o apoio à produção familiar, com o objetivo de gerar renda por meio de atividades agrícolas e não agrícolas.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="480951" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]