Agronegócio
Compartilhar

Agrinho completa 27 anos e premia estudantes paranaenses com smartphones

Entusiasta do Agrinho, o deputado estadual, Luiz Cláudio Romanelli destaca os 27 anos da criação do projeto que premia estudantes

Redação - 18 de abril de 2022, 12:39

Foto/Divulgação
Foto/Divulgação

 

Entusiasta do programa Agrinho, o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSD) destaca que o concurso de redação neste ano vai entregar 1.344 smartphones a estudantes e professores das escolas estaduais do Paraná. "O Agrinho completa 27 anos e é mais um incentivo para alunos e professores e traz este ano um tema muito importante que é a sustentabilidade ambiental, uma área muito abrangente que pode ser desenvolvida em diversos subtemas, a critério dos professores, das escolas e do contexto que cada estudante vive ou presencia", disse.

Romanelli ainda acrescenta que o concurso contribui na formação de formuladores. "O Estado e o país precisam de novos formuladores, novas ideias, novas abordagens para os novos desafios que mundo nos apresenta. Escrever desde cedo, participar de projetos de inovação, é um ótimo caminho para alcançar esse objetivo", completa.

O concurso, promovido pela Faep em parceria com o Governo do Estado, vai premiar as melhores redações de cada série e de cada Núcleo Regional de Educação. O programa também disponibiliza materiais didáticos e capacitações de professores. O Agrinho terá ainda concursos de robótica e programação a serem divulgados em breve. “O Agrinho é uma forma de ajudar os professores a implantar o ensino transversal em suas aulas, para torná-las mais interessantes para os alunos”, disse o presidente da Faep/Senar-PR, Ágide Meneguette.

Inscrições - Neste ano, serão três categorias nos gêneros conto (6º e 7º anos), artigo (8º e 9º anos) e texto dissertativo (ensino médio).  Os professores poderão abordar dentro do tema questões como resíduos orgânicos, educação, empresas, sustentabilidade no século 21, economia e meio ambiente, arquitetura sustentável, empresas verdes, áreas de proteção abandonadas, projetos de conservação ambiental, ecossistemas: importância da preservação, agricultura sustentável e agricultura alternativa.

As inscrições poderão ser feitas entre 26 de abril e vai até 24 de junho na plataforma Redação Paraná da Secretaria Estadual de Educação, na aba especial do concurso “Redação Paraná Nota 10 – Agrinho 2022”. Não há limites de participação por estudante. A redação deverá conter no mínimo 150 e no máximo 300 palavras.

Cada um dos 32 Núcleos Regionais de Educação vai eleger as seis melhores redações de cada série e os textos finalistas seguem para uma comissão avaliadora indicada que escolherá as três melhores redações por série de cada NRE. Serão premiados, com um smartphone cada, os estudantes autores das redações classificadas em 1º, 2º e 3º lugares em suas séries, nos seus respectivos NREs, além de seus professores de língua portuguesa. O resultado será divulgado nos sites www.agrinho.com.br e da Secretaria da Educação em setembro. A premiação será em novembro, em Curitiba, em local e data a serem definidos e divulgados pelo Senar-PR.