Agronegócio
Compartilhar

Geada: previsão faz agronegócio paranaense ficar em alerta

Com a previsão de frio com geada para o estado, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Iapar-Emater emitiu um al..

Larissa Biscaia - BandNews FM Curitiba - 27 de julho de 2021, 11:42

Foto: IDR/Paraná
Foto: IDR/Paraná

Com a previsão de frio com geada para o estado, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Iapar-Emater emitiu um alerta para o agronegócio. As temperaturas baixas poderão causar impactos negativos em culturas como hortaliças, tomate, milho, café, pasto, entre outros. Os trabalhadores rurais devem tomar uma série de cuidados para redução dos efeitos colaterais.

O coordenador de planejamento da Secretaria de Agricultura do Paraná, Edmar Gervásio, alerta o agronegócio que as lavouras a céu aberto e em início de ciclo produtivo podem ser as mais prejudicadas.

Culturas mais próximas do final do ciclo produtivo correm riscos menores com o frio e a geada. Para os plantios novos de café, com até seis meses de campo, por exemplo, a orientação é enterrar as mudas ou proteger viveiros com várias camadas de cobertura plástica. Após o fim da massa de ar frio, é preciso retirar as proteções.

No caso do milho, que já foi bastante prejudicado nas outras geadas presentes no estado e pela estiagem, a orientação é que o produtor verifique os riscos climáticos antes de plantar.

No Paraná, as regiões oeste e norte concentram a maior parte das plantações de milho. No local, não há previsão e geada.

Mais notícias da BandNews FM Curitiba aqui.

 

Leia também: Massa de ar polar, que vai derrubar as temperaturas, avança pelas áreas de fronteira do Paraná