Áreas indicadas para o cultivo da nogueira-pecã no Paraná serão divulgadas na próxima semana

Redação

Paraná é o segundo maior produtor do fruto da nogueira-pecã

No dia 29 de abril, próxima quinta-feira, será divulgado um documento que indica as áreas mais propícias para o cultivo da nogueira-pecã no Paraná, segundo maior produtor do fruto no Brasil. O evento acontece às 9 horas e será transmitido no canal da Emater/RS-Ascar no YouTube.

A Embrapa Clima Temperado fará o lançamento do documento, que também é válido para os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O “Zoneamento Edafoclimático da Nogueira-pecã para a Região Sul do Brasil” promove o ordenamento territorial e indica as melhores regiões para produção sob a perspectiva da sustentabilidade. Quanto mais apta a área, menor o uso de insumos e a intensidade do manejo e maior a exploração do potencial produtivo e qualitativo das nogueiras-pecã, refletindo em produtividade.

“Foi uma importante conquista. E uma das primeiras demandas reais que o setor produtivo trouxe para a Embrapa no início do projeto de pesquisa”, explica o pesquisador da Embrapa Clima Temperado, Carlos Martins.

O zoneamento tem como base mapas de solos e dados climáticos dos três Estados do Sul, como quantidade de horas de frio e níveis de umidade do ar. A indicação das regiões mais ou menos aptas ao cultivo, principalmente para implantação de novos pomares, é feita a partir do cruzamento desses dados.

A nogueira-pecã foi introduzida no Brasil em 1870, mas somente nas décadas de 1960-1970 passou a ser explorada comercialmente. Segundo dados da Embrapa e do International Nut and Dried Fruit (INC), a produção em 2019 projetou o Brasil mundialmente, com safra recorde de 3,5 mil toneladas, tornando o país o quarto maior produtor do fruto. Em 2021, a expectativa é de um novo recorde: superar 4,5 mil toneladas.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="759276" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]