Agronegócio
Compartilhar

Banco do Brasil lança etapa 2022 do Circuito de Negócios Agro

O Banco do Brasil lançou, na segunda-feira (17), o Circuito de Negócios Agro de 2022. O objetivo é levar aos produtores ..

Redação - 18 de janeiro de 2022, 15:21

Secretário acompanha lançamento do Circuito Agro do Banco do Brasil - Curitiba, 17/01/2022
Secretário acompanha lançamento do Circuito Agro do Banco do Brasil - Curitiba, 17/01/2022

O Banco do Brasil lançou, na segunda-feira (17), o Circuito de Negócios Agro de 2022. O objetivo é levar aos produtores rurais capacitação técnica e fomento aos negócios. A cerimônia foi realizada em Brasília, com participação do presidente da República, Jair Bolsonaro, e teve transmissão simultânea a partir de Londrina, no Norte do Paraná.

De acordo com o presidente do Banco do Brasil, Fausto Ribeiro, três carretas vão percorrer cerca de 60 mil quilômetros em todas as regiões brasileiras. Elas atuarão como salas de aula para cursos de formação de agricultores. A expectativa é que o programa fortaleça a agropecuária de ao menos 600 municípios brasileiros, envolvendo 500 mil produtores rurais e que movimente R$ 1,5 bilhão em créditos.

Nesses municípios serão montadas, com a participação de parceiros (revendas de máquinas e de insumos, empresas de tecnologia agrícola, empresas de telecomunicações e outras ligadas ao segmento), feiras agropecuárias para estimular o empreendedorismo.

Na ocasião, o presidente do BB anunciou que a instituição chegou ao valor de R$ 50 bilhões em crédito para agricultores do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). “Temos orgulho da parceria com o agronegócio e estamos celebrando mais uma vez essa parceria”, disse Ribeiro.

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, elogiou o investimento do banco na pequena agricultura. “É um dia especial, primeiro por essa notícia dos R$ 50 bilhões do Banco do Brasil e a outra é que o banco volta a ir na ponta levando assistência técnica e contrato para aqueles que têm muita dificuldade de sair de suas propriedades”, acentuou.

Ortigara destacou o apoio do banco ao agronegócio paranaense, desenvolvido em diversos programas, como no Banco do Agricultor. "O que motiva os agricultores do Paraná é a inovação e o desenvolvimento sustentável. Estamos buscando novos mercados, crescendo em segmentos importantes e modernizando a produção. Esse novo projeto do Banco do Brasil ajudará o Paraná a ser mais competitivo", disse.