Café Qualidade Paraná 2020 define vencedores da 18ª edição do concurso

Redação

Café Qualidade Paraná 2020 define vencedores da 18ª edição do concurso

O Café Qualidade Paraná 2020 definiu nesta quinta-feira (19) os vencedores entre os 300 cafeicultores que concorreram na 18ª edição do concurso.

Dos 99 lotes de café finalistas, foram vencedores os dos produtores Juarez Colatino de Barros, de São Jerônimo da Serra, e Shigue Kuwano Sera, de Congonhinhas.

Juarez Barros foi o vencedor na categoria cereja descascado e Shigue Sera ganhou pelo café natural. Ambos terão a aquisição do lote por R$ 2,2 mil a casa, valor 216% superior à cotação do produto.

“Os lotes deste ano alcançaram notas maiores que em edições passadas do concurso”, explicou o engenheiro-agrônomo Romeu Gair, da comissão julgadora.

Para avaliar os lotes concorrentes, a comissão de provadores utilizou a metodologia SCA (sigla em inglês para Associação de Cafés Especiais) para avaliar os quesitos quesitos aroma, doçura, acidez, corpo, sabor, gosto remanescente e balanço da bebida em uma escala até a nota 100.

Todos os 99 produtores finalistas do Café Qualidade 2020 podem ser vistos neste link, enquanto os cinco primeiros de cada categoria podem ser lidos abaixo:

Categoria Cereja descascado

1º Juarez Colatino de Barros (São Jerônimo da Serra) – nota 88,41

2º Ricardo Batista dos Santos (Congonhinhas) – nota 87,56

3º Pablo Ribeiro dos Santos (Congonhinhas) – nota 87,31

4º Aldenice da Silva Soares (São Jerônimo da Serra) – nota 86,75

5º Ageu Luiz Teodoro (São Jerônimo da Serra) – nota 86,66

Categoria Café natural

1º Shigue Kuwano Sera (Congonhinhas) – nota 87,66

2º Jonas Aparecido da Silva (Pinhalão) – nota 87,56

3º Maristela Fátima da Silva Souza (Tomazina) – nota 87,25

4º Solange Aparecida de Araújo (Apucarana) – nota 86,88

5º Lúcia Aparecida Pedro Diniz (Tomazina) – nota 86,66

O concurso Café Qualidade Paraná é organizado pela Câmara Setorial do Café do Paraná e pela Secretaria da Agricultura e Abastecimento e IDR-Paraná (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – Iapar-Emater), com o apoio da Anater (Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural), cooperativas e associações de cafeicultores do estado.

LEIA MAIS: Abates de aves e suínos sob SIF crescem 6% em setembro, aponta relatório

Previous ArticleNext Article