Cooperativa bate recorde de processamento de laranja

Plantao Agronegocio


A cooperativa Integrada, do Norte Pioneiro do Paraná, processou 1,47 milhão de caixas de laranja, o que gerou um volume de 5,3 mil toneladas de suco concentrado até o final de novembro. O número é um novo recorde. A melhor marca anterior aconteceu na safra de 2014/15, quando processou 1,3 milhão de caixas, o que resultou em uma produção superior a 4 mil toneladas de suco.

> Safra de laranja deve crescer 33% no Paraná
> Iapar e cooperativas combatem doença de laranjais com controle biológico

De acordo com o gerente da Unidade Industrial de Sucos (UIS), Paulo Rizzo, além do volume mais alto, o rendimento industrial médio das frutas (quantidade de caixas de laranjas necessárias para produzir uma tonelada de suco concentrado) está melhor que nas safras anteriores, isso, segundo ele, devido em parte às condições climáticas favoráveis e também à melhoria no manejo dos pomares, conduzidos pela equipe técnica da Integrada.

O gerente também destaca a remuneração ao produtor. Segundo Rizzo, o agricultor pode ter ganhos de R$ 23 mil por alqueire nos pomares bem conduzidos e com boa produtividade. O citricultor Sussumo Itimura Neto está feliz com os resultados. Ele conquistou um alto índice de produtividade neste ano, 3,3 caixas por planta, ante 2,6 caixas/planta da safra anterior. Com 33 mil plantas em produção, o cooperado atribui o crescimento graças aos investimentos em adubação e também ao clima.

 

Previous ArticleNext Article