Professora da Unioeste ganha prêmio de zootecnia

Mariana Ohde


A zootecnista e coordenadora do Centro de Pesquisas em Equoterapia do curso de zootecnia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Ana Alix Mendes de Almeida Oliveira, foi a vencedora da edição deste ano do prêmio Octávio Domingues.

A condecoração é ofertada pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) que reconhece o trabalho de zootecnistas para o crescimento da profissão.

Ela é a primeira paranaense a ganhar a premiação. “É um reconhecimento importante e que incentiva toda a classe profissional a continuar avançando e seguindo a evolução do reconhecimento da pecuária do agronegócio”, destacou a professora.

A escolha da pesquisadora foi feita a partir da análise de toda a sua trajetória profissional durante 25 anos dedicados à zootecnia. Entre os principais trabalhos estão os direcionados aos equinos. Ana Alix coordena o Centro de Pesquisas em Equoterapia que teve a sua primeira etapa aprovada em 2014, com a construção da cavalariça, no Núcleo de Estações Experimentais da Unioeste.

“Precisamos continuar aperfeiçoando nossas pesquisas e projetos. Graças ao apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, somado ao incentivo da Unioeste, já alcançamos muitos resultados e pretendemos avançar ainda mais.”

O prêmio Octávio Domingues é uma homenagem ao zootecnista Octávio Domingues, autor de diversos estudos de importância para o desenvolvimento da zootecnia no Brasil. Ele foi o primeiro professor de zootecnia da Escola Superior de Agricultura do Pará, em 1918. Também foi professor catedrático de Zootecnia especial da Escola Nacional de Agronomia, hoje Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal