Embarcações pesqueiras de produção primária devem seguir novos critérios sanitários

Redação

embarcações, embarcações pesqueiras, critérios sanitários, higiene, vigilância sanitária, pesca, secretaria da pesca, mapa, ministério da agricultura

Embarcações pesqueiras de produção primária que fornecem matéria-prima para o processamento industrial de produtos da pesca destinados ao mercado nacional e internacional devem seguir novos critérios e requisitos higiênico-sanitários.

As medidas foram determinadas pela Secretaria de Aquicultura e Pesca do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). As normas a serem seguidas foram publicadas na Portaria nº 310.

A medida tem como objetivo a melhoria contínua da cadeia produtiva primária da pesca, por meio da adoção de práticas higiênico-sanitárias a bordo das embarcações, considerando a crescente demanda de países e blocos econômicos por produtos de pescado e derivados.

Pescadores, armadores e empresas proprietárias de embarcações pesqueiras de produção primária deverão se adequar aos critérios e requisitos da norma para obter a certificação da embarcação junto à SAP, conforme os procedimentos descritos na Portaria. As embarcações pesqueiras (exceto barcos-fábrica) que fornecem matéria-prima para o processamento industrial deverão obter a certificação dentro do prazo de 365 dias a partir da entrada em vigor da Portaria, ou seja, até o dia 29 de dezembro de 2021.

Após esta data, somente embarcações pesqueiras certificadas e identificadas em Lista Oficial da SAP/Mapa poderão fornecer matéria-prima para os estabelecimentos sob serviço oficial de inspeção.

Para maiores informações, a SAP disponibiliza o e-mail para contato: embarcacoes.sap@agricultura.gov.br.

*Com informações do Mapa

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="737163" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]